Ciências o quê?

De Wikoleculares
Ir para: navegação, pesquisa

Ciências o quê? é o fardo de todo aluno do Curso de Ciências Moleculares e designa o problema que todo moleculento enfrenta cada vez que é confrontado com a pergunta "Que curso você faz?" (ou fez, se for um veterano)

Diálogo típico

"(...)

- Ah, você faz USP? E que curso você faz lá?
- Faço Ciências Moleculares.
- Ciências o quê???

(suspiro de desânimo dado pelo pobre moleculento)

(...)"

Soluções

Foram propostas diversas soluções para o problema:

  • Decorar a descrição do curso e repeti-la mecanicamente às pessoas.
  • Levar vários panfletos do CCM consigo, onde quer que vá.
  • Se recusar a responder e indicar o site: http://www.cecm.usp.br
  • Fugir da questão dizendo:
    • "Ah, é muito complicado, você não vai querer saber."
    • "Ei, veja, é um guaxinim!" (e sair correndo)
    • "É, eu estudo moléculas."
    • "Eu disse ciências moleculares? Quis dizer medicina ortomolecular."
  • Mentir: "Eu faço Física." (ou Química, ou Biologia, ou Medicina, ou Matemática, ou qualquer coisa. Você ainda corre o risco de ser desprezado, mas ao menos será compreendido.)
  • Fingir um ataque epilético/histérico/paranóico/furioso (ou alguma combinação deles).
  • Suicídio.

Exemplo de discurso pronto

"O curso de ciências moleculares é um curso interdisciplinar de graduação em 4 anos. Nos dois primeiros, chamados de ciclo básico, você tem aulas de biologia, química, física, matemática e computação. Nos dois seguintes, o ciclo avançado, você escolhe um orientador para um projeto de Iniciação Científica e juntos escolhem a grade horária podendo incluir qualquer matéria da USP."

Casos verídicos

  • "Ahn?" (top ranked)
  • "Que curso você faz mesmo? Medicina ortomolecular?"
  • "Quatro anos? Aah, então é um curso de graduação mesmo, né?"
  • "Ah, vocês estudam moléculas então?"
  • "Ciências biomoleculares?"
  • "Ciências musculares?"
  • "Ah, sei, aí vocês tipo estudam as moléculas de DNA?"
  • "É coisa do Projeto Genoma?"
  • "Como assim? Peraí, eu faço USP e esse curso não existe!"

Curiosidades

  • Há rumores de que a síndrome do "Ciências o quê?" seja o principal motivo de desistência do curso.
  • Mesmo desistindo ou se formando, existe sempre o risco, ainda que menor, de alguém perguntar: "Ahn, o que era mesmo aquele curso que você fazia?"
  • É incrível, mas existem pessoas que já ouviram falar do curso.

Ver também